Anúncios

26 de set de 2014

Resenha: Assassination Classroom

Ultimamente comecei a ler HQs. Ano passado comecei a ler the Walking Dead e adorado e, no fundo, sempre tive vontade de conhecer um pouco mais sobre os super-heróis da Marvel e DC mas como são mais de 50 anos de gibis, nunca sabia como ou por onde começar. Felizmente a Savati começou a lançar a coleção oficial de Graphic Novels da Marvel e vi nisso uma oportunidade e entrar nesse universo. Está sendo bastante interessante e decidi que era hora de explorar um pouco mais esse universo e fui dar uma olhada em mangás.

Me deparei com o mesmo problema das HQs: não sabia por onde começar e o mundo do mangá é ainda mais complicado no Brasil porque geralmente os volumes antigos desaparecem das bancas ou qualquer outra loja, então se torna quase impossível adquirir todos os volumes de uma história depois que ela já tem um certo tempo de publicação.

Certo dia eu fui até a banca que sempre vou pra comprar as HQs e outras coleções e a Valéria (a dona da banca), comentou sobre esse mangá que estava começando a ser publicado. Acabei comprando e, para minha surpresa, adorei.



O mangá em questão se chama Assassination Classroom (Ansatsu Kyoushitsu, no original). O mangá é escrito e ilustrado por Yuusei Matsui e narra a história da Turma E da escola Kunugigaoka. A turma E é a turma dos "fracassados e desajustados", é para onde os alunos com menor notas ou mau comportamento são mandados. A escola usa essa turma como incentivo para os alunos estudarem mais. A turma E é totalmente negligenciada, é a única turma que ainda estuda no prédio antigo da escola, isolado e caindo aos pedaços. 

Até ai tudo bem, você deve se perguntar o que essa história tem de tão interessante? Te repondo: ela tem o Koro Sensei. Ele é uma criatura que parece um smile com um corpo de polvo que consegue se movimentar na velocidade de mach 20 e explodiu a lua e agora está na Terra dizendo que também vai explodi-la dentro de um ano. 

Os governos mundiais, para evitar pânico, manteve a informação em sigilo e fez um acordo com a criatura: ele dará aula para a turma E e irá treiná-los para que consigam matá-lo.  Koro-Sensei é imune a maioria das armas, mas é extremamente suscetível a um tipo de plástico comum em munição de armas tipo de paintball. Enquanto ensino técnicas de assassinato, ele também ministra as demais matérias para turma.

O mangá é bastante engraçado, tem muitas referências à cultura pop e o humor nonsense é muito bom. Algo interessante no mangá é que Koro-sensei não está interessado só em ensinar os alunos a matá-lo, mas ele se esforça para ensinar as outras matérias e mostrar aos alunos que eles são capazes e não são os fracassados que a escola diz que eles são. Conforme o mangá avança o respeito dos alunos pelo professor vai aumentado bem como a curiosidade pra saber como essa relação vai terminar: os alunos vão conseguir matá-lo? ele vai desistir de destruir a Terra? E o que é Koro-sensei? No primeiro volume ele diz que não é alienígena, sua origem é terráquea. Ele é uma experiência que deu errado? Um experimento militar? Eu andei lendo algumas coisas sobre a história e acabei descobrindo algumas coisas...


No Brasil o mangá está sendo publicado pela Panini e está em seu segundo volume, sendo publicado bimestralmente. No Japão a história já tem 10 volumes publicados com o décimo primeiro à caminho. Um anime também está sendo produzido. Pra mim Assassination Classroom foi uma ótima introdução ao mundo dos mangás, certamente vou buscar outros títulos.

0 comentários:

Postar um comentário

Para uma boa convivência os comentários são moderados a fim de evitar ofensas ou palavras feias.