Anúncios

23 de dez de 2011

CRÍTICA: IMMORTALS

Título: Imortais 
Título Original: Immortals
Direção: Tarsem Singh
Roteiro: Charley Parlapanides, Vlas Parlapanides
2011 - 110 min. Ação/Drama/Fantasia
Estrelando: Henry Cavill, Mickey Rourke e Freida Pinto

Meu indiano favorito, Tarsem Singh, conseguiu mais uma vez. Três filmes e três vezes seguidas ele me deixou sem fôlego. Com A Cela (The Cell -2001) ele dilatou minhas pupilas, em Dublê de Anjo (The Fall - 2006) me fez chorar que nem uma criança e agora com Immortals me deixou todo urinado.

Sou todo elogios ao filme que não me decepcionou nem ficou abaixo do esperado em momento algum. Tarsem tem a capacidade de dar uma visão incrivelmente realista não importa o quão fantasiosa e surreal a história seja. A direção dele fundida com os figurinos desenhados pela Eiko Ishioka transformam o filme em uma obra de arte.

Coisa Boa Pra Você!

Hoje é o dia do quadro semanal mais irregular que vocês já viram! Estão ansiosos? Hoje trago muita música, filmes e alguns links para vocês se divertirem. Vamos lá crianças?

Abrindo o quadro trago uma banda que eu descobri esses dias e estou incondicionalmente apaixonado por ela. Zeigeist é um trio suíço (só podia, né?) formado em 2006 e possuem um estilo bem parecido com The Knife e, inclusive, o grupo chegou a divulgar uma música como sendo um b-side do álbum Deep Cuts do The Knife. O que faz Zeigeist diferente de The Knife é a batida mais vintage, lembra alguma coisa dos anos 80/90 e é menos experimental que The Knife.

Tar Heart foi a música divulgada como sendo do The Knife e tem um refrão que lembra de mais Running Up That Hill da Kate Bush. E eu que amo The Knife e Kate Bush achei isso magnífico:


- Wrecked Metal
- Cuffs
- The Lake
- Fight With Shattered Mirrors

Infelizmente o Zeigeist lançou apenas um álbum, The Jade Motel, em 2008 e se desfez em 2009. Ao menos deixou um álbum magnífico em que todas as músicas são boas.

22 de dez de 2011

Alice no País das Maravilhas, por Salvador Dali

Alice no País das Maravilhas é sem dúvida a história mais nonsense na cultura pop ocidental surgindo várias teorias sobre como Lewis Carroll escreveu a história da garotinha loura que encontra gato que sorri e participa de uma fasta do chá pra lá de estranha. Alguns clamam que ela foi escrita sob efeito de entorpecentes - história que se repetiu quando a Disney lançou a animação baseada no livro e acusaram os desenhistas de estarem sob o efeito de LSD quando trabalhavam na produção. 

Se a história já era louca por si só, fica mais doida quando o famoso pintor surreal Salvador Dali decidiu ilustrar uma edição da história. Isso aconteceu em 1969 e agora as ilustrações à guache estão expostas na galeria William Bennett Gallery, em Nova York. Ao todo são 13 ilustrações: a capa e uma imagem correspondente a cada um dos 12 capítulos do livro que são: "Para baixo na toca do coelho", "A lagoa de lágrimas", "Uma corrida de comitê e uma longa história", "O coelho manda Bill O Lagarto", "Conselho de uma lagarta", "Porco e pimenta", "Um chá maluco", "O jogo de críquete no campo da rainha", "A história da falsa tartaruga", "A dança da lagosta", "Quem roubou as tortas?" e "O depoimento de Alice".

Novas imagens dos bastidores de Frankenweenie

Foram divulgadas novas imagens dos bastidores de Frankenweenie, nova animação em stop-motion 3D do consagrado diretor Tim Burton (Edward Mãos de Tesoura, A Noiva Cadáver, Alice no País das Maravilhas).

Além disso mais algumas informações sobre o filme foram divulgadas: 

- Victor grava um filme em 3D para sua família assistir
- Os bonecos doa adultos chegam a ter cerca de 50 centímetros (os bonecos utilizados em A Noiva Cadáver tinham entre 25 a 30 centímetros)
- O filme se passa entre 1965-1975, no subúrbio da Califórnia
- O filme segue bastante a história do curta-metragem, o que surge de novo é Victor tentando esconder o cachorro de todos.
- Algumas coisas serão geradas através de computação gráfica, como a água da piscina.
- Os bonecos e cenários foram construídos quase em preto-e-branco, e mesmo sendo em preto-e-branco Tim Burton queria que o quarto da Weird Girl parecesse rosa.
- No cemitério de animais, os nomes nas tumbas são de animais falecidos dos atores.

21 de dez de 2011

Katy Perry - The One That Got Away

Não é um lançamento mais e eu nem estava dando muita atenção para The One That Got Away, o novo single da cantora Katy Perry. A situação inverteu agora que eu descobri que o vídeo é dirigido por ninguém menos que Floria Sigismondi, uma de minhas diretoras favoritas a qual já mencionei diversas vezes aqui no blog.

Esse é o segundo vídeo que a Floria dirige para a Katy Perry, antes desse ela havia sido responsável pelo fabuloso vídeo da música E.T. Essa cantora está subindo no meu conceito... 

The One That Got Away tem uma direção mais sóbria, sem tantos cortes e pessoas com movimentos rápidos tampouco os contrastes de cores saturadas ou as texturas que a Floria costuma usar em seus vídeos, mas tem o clima intimista que só ela (e o Martin de Thurah) é capaz de criar. Me lembrou muito o longa metragem que ela dirigiu, The Runaways, estrelado por Dakota Fanning e Kristen Stewart (um filme maravilhoso, por sinal).

Trailer: The Hobbit: An Unexpected Journey

O trailer do esperado prelúdio de O Senhor dos Anéis, O Hobbit: Uma Jornada Inesperada está na rede. O filme é a adaptação do livro de mesmo nome que narra eventos 60 anos antes da Trilogia do Anél mostrando como o hobbit Bilbo conseguiu pegar o Anél do Poder.

Inicialmente o filme seria dirigido pelo mexicano Guillermo Del Toro, mas devido a grande burocracia que estava impedindo o início da produção ele acabou abandonando o filme, que ficou a cargo de Peter Jackson - o responsável pela trilogia O Senhor dos Anéis.

Quem me conhece sabe que eu não gosto do Peter Jackson... ele é um diretor de filmes trash e quando tenta dirigir um filme com um tom sóbrio, não consegue. Exagera, faz coisas nonsense e se não fosse a WETA trabalhando com ele só saíria merda completa. Entretanto, acredito que O Hobbit será melhor por diversos motivos: avanços tecnológicos, uma história mais leve e fantasiosa, resquícios dos trabalhos do Del Toro, um diretor com alguns anos a mais de experiência... vamos ver se ele aprendeu alguma coisa nesses 10 anos que separam O Retorno do Rei de O Hobbit.



O Hobbit será dividido em duas parte: Uma Jornada Inesperada, com estreia em 14 de dezembro de 2012 e Lá e de Volta Outra Vez, com estreia agendada para dia 13 de dezembro de 2013. O livro é um porre, agora é saber se conseguiram trabalhar melhor a história no roteiro para não ficar repetitivo de mais.

20 de dez de 2011

Divulgado capa e tracklist do novo álbum do EPICA!

Bastante influenciado pela cultura Maia, o EPICA lança novo álbum logo no começo de 2012 para caso o mundo acabe... nunca se sabe, né? O novo álbum se chama Requiem for the Indifferent e segundo a banda "O título se refere ao final de uma era. A humanidade não pode mais esconder a cabeça no chão em relação às coisas que acontecem à nossa volta. Estamos enfrentando muitos desafios. Existe uma enorme tensão entre diferentes religiões e culturas, guerras, desastres naturais e uma enorme crise financeira, que está saindo de controle. Mais do que nunca vamos precisar uns dos outros para superar esses problemas. Como estamos todos conectados; o universo, planeta, natureza, animais e seres humanos, esse período na história será o prelúdio do fim para aqueles que ainda não querem, ou simplesmente não irão ver. Um descanso para os indiferentes, mas também a possibilidade para um novo começo com novas grandes chances!"

A capa e a track list acaba de ser divulgadas, confira:


1. Karma
2. Monopoly On Truth
3. Storm The Sorrow
4. Delirium
5. Internal Warfare
6. Requiem For The Indifferent
7. Anima
8. Guilty Demeanor
9. Deep Water Horizon
10. Stay The Course
11. Deter The Tyrant
12. Avalanche
13. Serenade Of Self-Destruction

Fire and Ice é o novo clip do Within Temptation

Depois de lançar uma porção de curta-metragens, HQ e clips contando a história do conceito do álbum The Unforgiven, o Within Temptation lançou o video-clip da música Fire and Ice, que tem um clima um pouco diferente dos demais vídeos do álbum até o momento.

Só pecaram na direção, que foi bem fraquinha e deixou o vídeo com cara de amador e no desenvolvimento também, que não empolgou muito... eles já fizeram melhor.


Primeiros posters de Mirror Mirror!

Espelho, Espelho Meu (Mirror, Mirror), a adaptação do conto infantil Branca de Neve que está sendo feito pelo diretor indiano Tarsem Singh (The Cell, The Fall, Immortals) acabou de ganhar dois posters.

Neles vemos Julia Roberts como a Rainha Malvada e Lily Collins como Branca de Neve.

Uma Maçã Ruim.
A Lenda de Branca de Neve Ganha Vida



16 de dez de 2011

Lykke Li

Olá pessoal. Tô meio sumido, né? Mas estou de volta com coisa boa pra você - não é o dia do quadro especial, mas ainda assim estou trazendo coisa boa pra você, como sempre faço. Conheci uma cantora algumas semanas atrás e estava louquinho para compartilhar com vocês e, devido ao final de semestre na faculdade, estava totalmente sem tempo.

A cantora se chama Lykke Li e tem um som e estilo que parece uma mistura de Fever Ray com Iamamiwhoami. É maravilhoso, principalmente o segundo álbum dela, Wounded Rhymes, que é contagiante. O primeiro é bom só que muito parado, o segundo empolga mais. Vou deixar algumas músicas dela aqui para vocês. Espero que gostem.



4 de dez de 2011

Kate Bush - "Misty" e "Wild Man" animaçã0

50 Words for Snow, o décimo álbum da cantora britânica Kate Bush, foi lançado no final do mês passado e agora foi liberado dois curtas-metragem em stop-motion chamado "Misty" e "Wild Man", acompanhados de músicas de mesmo nome.





Aproveito também para deixar algumas belíssimas imagens recentes da cantora: