Anúncios

20 de ago de 2016

American Horror Story: tema da sexta temporada é um mistério!

Começaram a ser liberados os teasers da sexta temporada de American Horror Story. Diferente das temporadas anteriores em que os teasers usavam a temática que a temporada iria tratar, o sexto ano traz vídeos sobre diversos tipos de medos. O próprio criador do show já disse que até o momento apenas um dos teasers revela o verdadeiro tema da nova temporada, os demais vídeos são para distrair os fãs.

Certo tempo atrás, o criador da série, Ryan Murphy, havia dito que o tema da nova temporada estava demorando a ser anunciado porque ele ainda não havia sido escolhido, na época ele estava trabalhando em duas possibilidades, ambas envolveriam crianças e que a dica do tema estava em todas as temporadas anteriores.

Os fãs estão em alvoroço e fazendo várias teorias sobre o que será a sexta temporada. Uma das possibilidades é que o sexto ano será uma continuação da primeira temporada com o "anticristo". Também está sendo cogitado a possibilidade da história se passar ao redor de Charles Manson e há boatos de que Lady Gaga, que entrou para o elenco na temporada anterior, iria interpretar um monstro, uma espécie de Fada do Dente demoníaca.

A curiosidade é grande, mas parece que o mistério só será solucionado no dia 14 de setembro, quando a temporada começar.












7 de ago de 2016

Emerald City divulga posters dos personagens

A nova série do Tarsen Singh que faz uma reimaginação moderna do clássico livro O Mágico de Oz teve uma leva de poster com destaque nos personagens. 

Emerald City estreia em setembro e a primeira temporada terá dez episódios transmitidos pela NBC. Um trailer foi divulgado mas tirado do ar logo em seguida e deve ser postado novamente em breve.













2 de mai de 2016

Nova série: Emerald City

O indiano Tarsem Singh é um dos meus diretores favoritos e me encantou desde seu primeiro filme The Cell (A Cela), em 2001. Começou sua carreira com clipes musicais e comerciais que ficaram bem famoso, desde cedo mostrando uma originalidade visual. O segundo filme que ele dirigiu, The Fall (no Brasil, Dublê de Anjo), se tornou o meu filme favorito. Depois ele fez Immortals (Imortais), que eu também adoro, fez também Mirror, Mirror (Espelho, Espelho Meu) e, mais recentemente, Self/Less (Sem Retorno).

Lembro que depois de The Fall eu sempre ficava desejando que ele fizesse mais filmes. Demorou, mas aos poucos ele foi fazendo coisa nova e agora, depois de cinco filmes, ele vai dirigir uma série de TV.


Desenvolvido para a NBC, Emerald City vai ser uma reimaginação das histórias do clássico O Mágico de Oz. Uma primeira temporada com 10 episódios já foi encomendada e tem previsão de estreia para setembro deste ano. As primeiras fotos já foram liberadas e mostra que o visual será marcante e mais "realista", evitando os exageros de computação gráfica (algo que Once Upon a Time deveria aprender).  

Tendo no elenco Adria Arjona (Dorothy), Oliver Jackson-Cohen (Espantalho), Ana Ularu (Bruxa do Oeste) e Vincent D'Onofrio (Oz), os dez episódios são dirigidos por Tarsem Singh.




24 de abr de 2016

Playlist Musical Especial: Alemão!

Faz mais de um ano que não atualizo o blog. Dito isso, sigamos em frente! Estou voltando (e talvez não voltando por mais um ano porque a vida é essa incerteza) e a melhor forma de retornar, é com muita música.

Nesse ano que fiquei desaparecido (eu havia sido sequestrado pelos meus gatos e estava vivendo preso no porão tendo de me alimentar com restos de ratos que eles me traziam) eu comecei a estudar alemão (porque no cativeiro havia uma gramática de alemão e como eu tinha muito tempo sobrando e nada mais pra fazer entre as escassas refeições de pedaços de camundongos). Nisso eu acabei descobrindo muitas bandas que cantam em alemão e, inclusive, hoje em dia, as bandas que mais tenho ouvido são alemãs.

Fiz uma playlist com algumas das músicas que gosto. Não deu pra colocar todas porque seriam muitas (muitas mesmo) e ai ninguém ia ter muita paciência pra escutar (a não ser que seja sequestrado pelos meus gatos e não tenha nada mais pra fazer no cativeiro). 

Pra quem gosta de pop tem Feuerherz, que é tipo o One Direction alemão. O Cro tem dois álbuns muito bons que misturam rap/hip-hop e pop e ele é considerado tipo o Justin Bieber alemão (e que nunca tira a máscara de panda). O SIDO é tipo o Eminen alemão, ele é mais rap/hip-hop e tem uma discografia enorme e por isso eu não ouvi tudo (os singles são ótimos). Kraftklub tem um poprock que me faz lembrar Imagine Dragons ou One Republic e o Tonbandgerät é meio indie. As duas bandas têm dois álbuns que eu fico ouvindo num loop eterno, são ótimos. Juli é um poprock gostosinho, foi uma das primeiras bandas que eu gostei, já o Clueso tem um discografia até grande que no começo de carreira era mais voltado para o rap/hip-hop e depois foi ficando mais pop e hoje em dia ele me lembra um pouco o Justin Timberlake, ele também foi um dos primeiros cantores que me chamou a atenção.

O Salem II já até preparou o jantar
Agora é só dar o play e curtir. E eu vou voltar pro meu cativeiro porque nesse ano que passei refém dos gatos eu desenvolvi síndrome de Estocolmo e não consigo mais viver distante deles. Se eles me permitirem, voltarei a escrever com frequência aqui fazendo, especialmente, criticas de alguns filmes e séries alemães que tenho visto. Espero que em um futuro, não muito distante, eu consiga resenhar alguns livros em alemão também.

Logo abaixo do player tem a lista com o nome das canções, o artista e o álbum em que ela se encontra. Deixo só um aviso de que Gewinner do Clueso é diferente no álbum da versão do clip (uma diferença bem grande, a música ganhou uma produção totalmente nova para o vídeo). Auf Drei do Tonbandgerät também é diferente no álbum, mas é uma diferença mais sutil.


  1. Astronaut - Astronaut (Feat. Andreas Bourani) - VI
  2. Einmal um die Welt  - Cro - Raop
  3. Lasst mich rein, ich hör Musik  - Max Raabe -  Für Frauen ist das kein Problem
  4. Verdammt guter Tag - Feuerherz - Verdammt Guter Tag
  5. Insel - Juli - Insel
  6. Major Tom - Peter Schilling - The Different Story (World of Lust and Crime)
  7. Auf drei - Tonbandgerät -Heute ist fuer immer
  8. Schüsse in die Luft  - Kraftklub - In Schwarz
  9. Der Mond - Deichkind - Befehl Von Ganz Unten
  10. Lieder - Adel Tawil - Lieder
  11. Leuchtturm - KAIND (feat. YOUNOTUS) -  Leuchtturm EP
  12. Applaus, Applaus - Sportfreunde Stiller -  New York, Rio, Rosenheim
  13. Barfuß Am Klavier - AnnenMayKantereit - AMK
  14. iDisco - Farin Urlaub Racing Team - Faszination Weltraum
  15. Jungen Mädchen  - Hund am Strand -  Adieu Sweet Bahnhof
  16. Au Revoir - Mark Foster (feat SIDO) - Tape
  17. Unperfekt - Mateo - Unperfekt
  18. Gewinner - Clueso - So Sehr Dabei

4 de mar de 2015

SELF/LESS tem seu primeiro trailer

SELF/LESS, o novo filme de Tarsem Singh (A Cela; Dublê de Anjo; Imortais e Espelho; Espelho Meu) estrelado por Ryan Reynolds, finalmente ganhou seu primeiro trailer.

Na trama, Ben Kingsley interpreta um homem muito rico que está morrendo e então decide transferir sua consciência para um corpo jovem (interpretado por Ryan Reynolds) em um procedimento experimental que dá errado.

Depois de ser adiado por duas vezes, o filme tem data de estreia marcada para dia 31 de julho nos EUA.

18 de fev de 2015

CRÍTICA: Constantine

Terminou a primeira temporada de Constantine, a nova série da emissora americana NBC, baseada no personagem criado por Alan Moore, John Constantine, da série de história em quadrinhos Hellblazer.

O personagem é bastante querido pelos fãs de histórias em quadrinhos e já havia ganhado uma adaptação para o cinema em 2005 estrelada por Keanu Reeves. Sua série de TV foi aguardada com ansiedade e as expectativas eram altas, mas será que o que foi entregue nas telinhas correspondeu às expectativas?


Preciso deixar claro que não li as HQs de Hellblazer, e ainda nem consegui ver o Constantine de figurante em A Saga do Monstro do Pântano, onde ele apareceu pela primeira vez. Então meu conhecimento sobre ele se baseia em leituras sobre o personagem e no filme de 2005.

Comecei a assistir a série quando ela já estava em seu 5° episódio e depois fui seguindo semanalmente. Logo nos primeiros episódios já senti uma certa fraqueza na produção que depois parece ter sido amenizada.

A caracterização do ator Matt Ryan como John Constantine é ótima, ele soube encarnar o detetive exorcista além de ter a aparência. Harold Perrineau como Manny tem um ar sobrenaturalmente assustador com as lentes de contato e é graças a ele que, no primeiro episódio, temos uma das cenas mais memoráveis de toda a temporada, com ele paralisando o tempo. A atuação no geral é boa. O elenco faz tudo direitinho, nada extraordinário como as atuações de American Horror Story, mas o próprio ritmo de Constantine não permite que os atores façam algo além do normal.

John Constantine foi um pioneiro do gênero nas história em quadrinhos em Hellblazer, um dos principais personagens do selo voltando ao público adulto Vertigo, da DC Comics. Entretanto, na TV, Constantine chega depois de mais de 30 anos depois de sua criação e nesse período muita coisa já foi feita nas telinhas.

É impossível não assistir Constantine sem comparar com Supernatural, da The CW e isso é o ponto mais fraco da série. Constantine parece um eco de Supernatural, tudo que que foi feito ali já havia aparecido em Supernatural, o que dá uma constante sensação de dejavu.

Apesar de lembrar uma sombra pálida de outros shows, existe momentos marcantes, a maioria protagonizado pelos anjos, como a já mencionada cena do primeiro episódio onde Manny para o tempo ou no sétimo episódio, intitulado "Blessed are the Damned", onde todas as cenas em que a anjo Imogen aparece são belíssimas, com menção honrosa para o figurino.

Acredito que para a série ganhar mais originalidade devia ter optado por um visual mais estilizado, cartunesco até, com cenários mais restritos, algo meio teatral e apelar um pouco para o absurdo, como na cena que ele conversa com um defunto, misturando o bizarro e o cômico.


 
Por fim, o futuro da série é incerto. O horário em que foi transmitida prejudicou bastante: na madrugada de sexta-feira. A recepção do público foi positiva enquanto a crítica especializada ficou dividida. Tudo indica que a série está "cancelada" com boatos de que será continuada por outra produtora sob o novo título de Hellblazer.

Constantine merece mais uma chance. Da metade pra frente da temporada a série estava encontrando seu ritmo e tom e começava a ganhar público. Se conseguirem combinar o tom sombrio com o humor sarcástico do personagem ainda pode sair muita coisa boa daí.

18 de jan de 2015

Bates Motel: 3° temporada começa em março!

Foi divulgado um teaser trailer de Bates Motel. A série que conta a história da juventude de Norman Bates, personagem que ficou famoso em 1960 com o filme Psicose, de Alfred Hitchcock e baseado no livro de mesmo nome do autor  Robert Bloch.

A terceira temporada volta dia 9 de março.