Anúncios

4 de jun de 2012

Terceira temporada de Spartacus será a última

Houve uma época em que tentei assistir Spartacus por duas vezes e acabei desistindo devido aos exageros que passavam do absurdo. Certa vez decidi ir firme na série e ver se após alguns episódios a história se consolidava e diminuía o impacto dos exageros. 

E foi isso que aconteceu. A história se consolidou, a direção mudou e a série ficou incrível, com os esguichos de sangue bem mais moderados, dando uma personalidade para a série ao invés de sucessivos absurdos. Assisti toda a série em apenas alguns dias.

A série atualmente é constituída de duas temporadas e uma minissérie que é uma prequel da série, são elas: Spartacus - Blood and Sand; Spartacus - Vengeance; Spartacus Gods of the Arena.

Hoje saiu a notícia de que a terceira temporada se chamará Spartacus - War of the Damned (Spartacus - Guerra dos Malditos/Amaldiçoados, em tradução livre) e será a última.

Não há sinopse oficial, mas pelos acontecimentos do final da última temporada fica claro que o enredo de War of the Damned será sobre os rebeldes lutando contra o Império. A terceira temporada deve ir ao ar no começo de janeiro de 2013.

Poster da terceira temporada

2 comentários:

  1. Nunca vi esta série apesar da maioria das pessoas com quem falei, terem-na criticado positivamente.

    Se calhar um dia destes ainda lhe passo a vista em cima... =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena. Mas é como eu disse, os primeiros episódios são massantes: exageros excessivos, historinha cliché e previsível. Só depois que os personagens já foram apresentados e todo o plano de fundo da história foi construído é que a série começa a ficar boa.

      Ai é intriga atrás de intriga, alianças e traição, reviravoltas. Os exageros acabam, a fotografia melhora, a direção dá um brilho especial pra série.

      Mas você precisa dar uma chance para conseguir atravessar os primeiros episódios...

      Excluir

Para uma boa convivência os comentários são moderados a fim de evitar ofensas ou palavras feias.