Anúncios

21 de jan de 2012

Teaser Trailer de Resident Evil 5: Retribution

Finalmente foi liberado o teaser trailer do quinto filme da série Resident Evil - o trailer mostra muito pouco da trama do filme, e ainda sendo curto, deixa muitas interrogações na cabeça das pessoas:




Alguns personagens novos tirados diretamente dos games marcam presença, é o caso de Leon, Ada e Barry. Além desses, velhas caras aparecem de novo como Rain Ocampo, One (que morreram no primeiro filme), Carlos Oliveira (que morreu no terceiro) e Albert Wesker (que morreu no quarto filme).

Haverá cenas na cidade de Raccon City (destruída por uma bomba atômica no segundo filme) o que nos leva a pensar que esses personagens não serão revividos, mas  apareceram em cenas de flashback (mas li que a Milla, que interpreta a Alice, disse no twitter que esses personagens aparecem novamente porque foram clonados pela Umbrella e que haverá variante deles, como "Rain Boa" e "Rain Má"). E em uma rápida cena do trailer vemos Alice (com o visual parecido com o que ela passuia no filme de estreia) abraçando uma garotinha (uma relação de mãe-filha?) e ai que o nosso cérebro dá um nó...

Será que vão contar a história da Alice desde antes do filme 1, explicando porque motivos ela queria tanto desmascarar a Corporação Umbrella? Será que a Alice era um clone desde o começo? Perguntas e mais perguntas vervilham na minha cabeça... li em algum lugar que esse será o filme mais longo da série, talvez porque vai ter bastante história (ao contrário de Afterlife, que foi apenas um prelúdio para os eventos de Retribution).

8 comentários:

  1. Vc sabe que detesto os filmes do RE né? huahau
    Mas desde o terceiro filme, já tinham acabado com toda a história do jogo mesmo, que pra mim agora tanto faz... já criaram praticamente toda uma história a parte. Ainda acho muitas coisas bobinhas, aquele desespero por ser moderninho... Mas lembro de até ter gostado um pouquinho do quarto filme.

    Devem ter colocado a Ada e o Leon (assim como já colocaram a Jill e o Nemesis nos filmes anteriores)apenas para chamarem a atenção dos que já jogaram um pouco do RE (que por sua vez vão falar que o filme é super fiel ao jogo, apenas porque tem "cosplays" dos monstros e personagens...).

    Parece ser um filme legal. Mas ainda espero pelo Silent Hill 2.

    PS: espero tbm que o Leon seja tão bonito quanto nos games *¬* (e não acredito que a Michelle Rodriguez voltou! Ela é uma ótima atriz, mas ñ aguento a cara de nojo dela. hauhau Meu pai que vai adorar isso ... huahau)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre considerei uma história a parte porque desde o primeiro o Paul deixou claro que a história do filme se passava antes da história do jogo.

      E no fim das contas euacho que prefiro muito mais a história do filme do que a do jogo. acho mais válido o apocalipse zumbi do que aquelas constantes mutações do vírus que virou palhaçada com las plagas, e aquelas criaturas que não são mais mortos-vivos.

      E querendo ou não, o filme é baseado nos jogos e sempre tem referencias a esses. Tantas referências que muitos "fãs" nem percebem porque se acham muito conhecedores de Resident só porque jogaram os joguinhos no playstation. Muita gente nem repara no segundo filme a Jill arrombando um carro e fazendo ligação direta... porque nos jogos não falam que ela era assaltante de carro quando mais nova, só nos livros e HQs, o que explica ela ser uma mestre em abrir fechaduras com o lock pic.

      E não importa, se os filmes não fazem igual ao jogos ou se tentam fazer o mais parecido possível o pessoal sempre vai reclamar. Haters gonna hate.

      O que eu não tenho paciência para a Michelle Rodrigez é sempre fazer personagem Paraíba Masculina Mulher Macho Sim Senhor: Morro no final.

      Também estou no aguardo de Silent Hill: Revelations. Esse filme está me dando agonia, ele já tá pronto parece que só falta uma distribuidora pra patrocinar a divulgação...

      Excluir
    2. Inicialmente não considerei uma história a parte pois recebe o mesmo nome da série de jogos eletrônicos, alguns dos mesmos personagens e até uns pedaços da história do jogo. Antes dessem outro título ao filme então.

      A história do jogo é um apocalipse zumbi. Se passa apenas em Raccoon City (e no começo, só na mansão) até pela própria capacidade dos consoles da época, sem falar que talvez fosse melhor mesmo localizar a história apenas num local. De qualquer modo, é uma cidade destruída, lotada de zumbis e outros monstros esquistos. Acho que não se resume só as mutações sem "noção do T-Vírus". As mutações são legais e é o que dão mais graça ao jogo. O do Las Plagas, apesar de ser bem doida a história, gostei muito. Os gráficos (ao menos pra GC) são ótimos, a jogabilidade é excelente, os chefões, cenários e tudo mais, é ótimo!

      Bom, a série RE surgiu primeiramente nos games, se não me engano. É lógico que os fãs vão entender mais sobre os games e as histórias destes. Até onde sei tbm (ñ sei se estou errada), livros e HQ's foram baseados nos jogos, mas não são totalmente fieis a estes. Essa história da Jill pelo visto só veio dos livros, e não dos jogos. Sem falar que adianta ser fiel nisso, algo tão pequeno comparado com toda a história dos jogos, deixando quase todo o resto de lado?

      Não sou super fã da série RE. Gosto até mais de SH e Fatal Frame do que de RE. Mas lembro do meu irmão e primo jogarem RE 1 quando eu era pequena, e o jogo, principalmente por ser de zumbis e se passar numa velha mansão, me deixou fascinada. Posteriormente, meu irmão zerou outros RE e continuei gostando. Se o primeiro filme se passasse numa velha mansão no meio do mato, com todos aqueles zumbis, bichos estranhos e pra finalizar, uma luta com o Tyrant...nossa, seria perfeito! Ao meu ver, os filmes de RE se inspiraram muito tbm na "empolgação pós Matrix": tentaram ser moderninhos de mais, com cenas de lutinhas "bem loucas", povinho de coturno e óculos escuros... acho que isso encheu o saco na época. Poderiam ter feito um excelente filme de terror com toda a história do jogo, mas transformaram num filme de ação, que tem como figurantes os zumbis. O segundo filme, nem falo nada. Basta ver aquelas maquiagens toscas e a Umbrella cercando uma cidade inteira (como se fossem ultra mega poderosos para fazerem isso...).

      Se fossem fieis aos jogos, RE poderia ser um dos melhores filme de zumbis dos últimos tempos... Infelizmente virou aquela palhaçada, onde só faltam aparecer o Neo, o Morpheu e uma vampira do Underworld que se perdeu no set de filmagem.

      (huahuahua Michelle Rodrigues é exatamente isso! hauhau Só vi um filme que ela não morria no final...mas deu a entender que acabaria morrendo).

      Excluir
    3. Os gibis, livros e afins não seguem fielmente à história do jogo e recebem o mesmo nome e ninguém reclama deles.

      Um apocalispe zumbi só em Raccon City? Concordo até certo ponto, uma vez que eu considero Resident Evil só até o evento Raccon City. Os eventos na espanha/méxico/paísquefalaespanhol (RE4) e depois na Africa (RE5) não é mais um apocalipse zumbi e, se for por na balança, estão na mesma situação do filme. São jogos que usam alguns personagens de RE, mas que tem uma história nada a ver com a série. Repara que você elogiou aspectos técnicos do RE4, menos a história do mesmo.

      Os livros e HQs foram baseados nos jogos, e ainda assim são oficiais para tapar os erros e lacunas que os jogos deixaram pra trás além de trazerem informações sobre o paradeiro dos personagens (o que aconteceu com eles depois de determinado episódio) e essas informações fundamentam os jogos seguintes.

      O filme pode muito bem pegar as ideias, informações e afins dessas outras mídias RE e ainda assim vai ser Resident Evil - Uma vez que essas outras mídias, embora possam divergir dos jogos em alguns pontos, ainda são Resident Evil.

      Prefiro que o filme se apegue a esses detalhes do grandes coisas do jogo. Simplesmente não consigo ver um filme sério que tenha zumbi, planta zumbi, cachorro zumbi, elefante zumbi, jacaré zumbi, corvo zumbi, PLANTA zumbi, verme zumbi....

      O primeiro filme se passa numa mansão no meio de uma floresta, com zumbis e luta no tirante ao final. O que não dá era o filme ser só isso. Duas horas de personagens se esquivando de zumbis em corredores para pegar chaves e abrirem portas, medalhões para abrir passagens secretas... ? Não dá.

      Se o filme se apega no que você chamou de "empolgação pós Matrix" o jogo faz o mesmo. A câmera estática desapareceu, foi substituída por uma visão em terceira pessoa que dá mais "dinamicidade" para o jogo, adicionaram combate corpo-a-corpo... enfim, quer falar de "empolgação pós Matrix" sem falar dos movimentos da Ada em Resident Envil 4? E o que dizer do Wesker (de coturno e óculos escuros!!!)e da Jill em Residentl Evil 5?

      Roccon City era uma cidade do interior insignificante e quando a Umbrella chegou lá a cidade cresceu desenfreadamente e se modernizou de uma forma inimaginável. O biblioteca da cidade teve que virar departamento de polícia, muitas ruas ficaram sem meio-fio... o Umbrella tinha um poder incrível na cidade. Controle em diversos orgãos, um laboratório gigantesco abaixo da cidade. No filme a Umbrella também é poderosa, e é muito mais verdadeira do que a do jogo. É só comparar com a Rede Globo: a empresa controla praticamente o Brasil inteiro e consegue subornar qualquer um para ter monopólio. Uma empresa com a tecnologia e ambição que a Umbrella tinha nunca que ela ia cair após o acidente Racoon City.

      E o engraçado é que hoje em dia os filmes de RE possuem muito mais zumbis que os jogos e muito menos gente com super-poderes. A Alice não fez nada de diferente do que a Alexia ou o Wesker fizeram...

      Excluir
    4. Acho que pq não recebem toda fama e popularidade de um filme. Sem falar que costumamos reservar grandes expectativas em relação aos filmes, ainda mais quando esperamos que este retratem de maneira mais parecida o possível com os jogos/livros/hqs que tanto gostamos. Não precisa ter as mesmas moscas que tem no jogo. Como sempre digo, não dá para fazer um filme de 2 horas baseado em um jogo bem mais extenso e repleto de características próprias dos games (como aqueles quebra-cabeças e coisas do tipo). Mas tbm não esperava que fizessem toda uma história quase nada haver com as dos jogos. Veja, já pensou se no filme Terror em Silent Hill a Rose usasse um sobretudo preto, óculos escuros, duas armas em cada mão e saísse lutando com os bichos, atirando, fazendo cenas de Matrix e arrasando geral em Silent Hill, que por sua vez seria uma cidade futurística e em nada parecida com aquele aspecto meio antigo/sombrio/ensanguentado característico do jogo? Seria qlq outra coisa, menos SH...

      RE tbm tem suas características (clima de mistério, tensão, sustos em algumas partes, entre outras características) que foram pouco aproveitadas nos filmes, que apelaram pra ação da coisa e um tema mais futurístico (o que acho que ficou extremamente cansativo, pois muitos filmes dessa época foram assim...).

      RE4 e RE5 pelo que percebo, foi uma tentativa de renovarem a franquia (e quem sabe até se inspiraram um pouco nos filmes? Se os caras estão vendo que apesar de destruir a história dos games, os filmes fazem sucesso, é claro que vão tentar tirar algum proveito disso). Do RE5 só vi trailers, joguei mesmo o 4. E apesar de toda a "história a parte" (que na verdade só fizeram outra coisa pq aquilo de Raccoon City e T-Vírus já tinha sido muito usado nos games anteriores) e modernidade, o jogo consegue ser mais fiel ao clima dos RE anteriores do que o filme (que poderia ser mais fiel aos jogos e evoluir com eles). Realmente ñ falei da história. Gosto da história do RE4, não achei absurda. Umbrella foi a falência (pois ñ era uma ultra mega power empresa como nos filmes), Leon trabalha pro governo e vai parar numa vila na Espanha onde uma seita mexe com coisas estranhas, entre elas um vírus semelhante ao T-vírus (e pq ñ existir um outro tipo de vírus, em outros lugar, q se parece com o T-Vírus?). Não é absurdo. E apesar de ter mta ação, o jogo ainda conserva os sustos e aspectos misteriosos dos anteriores.

      Pode ser Resident Evil, mas ainda acho que ficaria melhor se fizessem no estilo dos 3 primeiros jogos, pelo menos os 3 primeiros filmes...

      Terror em Silent Hill ñ teve mariposa gigante, lagarto com a cabeça dividida e pterodáctilo rosas, mas nem por isso deixou de ser fiel ao jogo. Como disse, ñ precisa ser exatamente igual, mas que ao menos lembre os jogos. SH conseguiu isso...

      Na verdade desde o primeiro era em terceira pessoa e no quarto jogo tbm é. A diferença é que a câmera fica quase no ombro do Leon, o que deixou a jogabilidade mais legal ainda, na minha opinião. O Wesker sempre usou óculos escuros e pose de malvadão. Figurino dele e da Jill provavelmente tbm receberam influencias dos filmes (igual disse + acima).

      A Umbrella Corp. nos filmes é uma super mega empresa, dez vezes maior que a Globo. Ela praticamente domina o universo. Sério, acho que exageraram em toda a dominação da Umbrella. Nos jogos ela era poderosa sim. Muito poderosa. Mas tbm não dominava o mundo inteiro, não infringia todas leis, não fazia o que queria como nos filmes (e ñ é à toa que faliu nos games).

      A Alice "se clona" nos filmes (no Afterlife, se ñ me engano), além de várias outras peripécias. Wesker e Alexia fazem isso? (realmente ñ sei, ñ conheço mto o Code: Verônica e ñ conheço 100% a história de todos os games, livros e hqs já lançados com o título Resident Evil. =S Apesar de tal ignorância, mais uma vez digo q ñ acho q seria ruim os filmes serem + fieis aos três primeiros jogos...aliás seriam ótimos).

      Excluir
    5. (secando o cabelo as duas da manhã e respondendo o comentário XD)

      Logo no primeiro parágrafo do seu comentário você me lembrou uma coisa: O filme Resident Evil conseguiu agradar bastante as pessoas que não conheciam o jogo desagradando mais só os que já tinham contato anterior com a história. Por outro lado, Silent Hill foi um filme bastante fiel ao jogo e não agradou o público do cinema e também recebeu duras críticas dos próprios fãs do game.

      Eu acredito que os dois primeiros filmes tiveram uma história bastante fiel ao jogo, na medida do possível. A Alice se tornou o centro do filme, mas ela é o fio-condutor que ligou as histórias de todos os personagens do game. A história do jogo Resident Evil funciona legal no jogo, mas não vejo a mesma emoção se ela fosse transferida na íntegra para a telona.

      O primeiro filme teve uma atmosfera bastante parecida com o jogo. Os cenários apertados, claustrofóbicos, os personagens sempre sendo encurralados, momentos de susto, de ação, de tensão. O segundo filme também foi semelhante ao jogo, focou mais ação - o que também tem lá no jogo. É só ver a abertura do Resident Evil Nemesis, ela é toda focada em ação: gente correndo, explosões, camera sempre agitada, uma música rápida...

      Resident se consagrou como o jogo de zumbis (morto-vivo), e os jogos mais recentes abandonaram essa característica. O filme introduziu novas criaturas, mas não abandonou os zumbis. O filme conseguiu evoluir sem abandonar as características que consagraram a história.

      Os jogos clássicos de RE não eram em terceira pessoa, propriamente dito. Se considera terceira pessoa aqueles jogos que posicionam a visão atrás do personagem - o que em RE só passou a acontecer nos jogos mais recentes. A "trilogia" clássica tinha uma câmera posicionada no cenário, ela focava o cenário, não o personagem. Era uma câmera estática que não te deixava ver se na próxima esquina tinha um zumbi de prontidão pra te atacar: o que eu acho muito mais assustador e inquietante.

      "O Wesker sempre usou óculos escuros e pose de malvadão. Figurino dele e da Jill provavelmente tbm receberam influencias dos filmes" - O filme nunca mostrou um figurino parecido com o do Wesker e da Jill antes. O filme 4 que se baseou no jogo 5, reproduzindo os figurinos e até sequências de luta (http://www.youtube.com/watch?v=VosJ_-k81tg)

      No jogo o Wesker se clona. Todos os Tyrants são clones também, se não me engano. A Alexia (que entrou na universidade aos 10 anos!!!) injeta o t-verônica nela mesma e então se "congela" para que seu organismo crie o anticorpo para o vírus e ela ter domínio sobre ele. Quando ela acorda ela consegue voar, controlar fogo e se metamorfoear numa espéria de inseto.

      Excluir
    6. Acredito que o RE agradou mta gente pois é um filme fácil de entender e cheio de coisas que o povão adora: mtos efeitos especiais, cenas de luta, muié bonita (exceto a Rodriguez =P) e coisas do tipo. Silent Hill já tem uma história bem complicada e terror psicológico não costuma atrair um grande público. Sobre os próprios "fãs" da série não gostarem, é o que vc disse no primeiro comentário...tem gente q quer dar mto de entendido no assunto. Fora que queriam até as mesmas baratas do jogo... SH ficou excelente, mesmo não sendo totalmente fiel ao jogo...

      Ainda acho que se fosse mais parecido com os games, o filme seria ótimo...

      Mas poucos momentos do jogo são focados em ação. A maior parte é silêncio, aquele mistério...sustos repentinos. Digo, ñ precisariam fazer exatamente assim, pois ficaria mto monótono. Mas se passar num laboratório enorme, cenários mais "futurísticos" e grandiosos... aí já chutaram o pau da barraca. Me pareceu que queriam atrair mais gente que não conhece a série do que os próprios fãs. O que acho chato. No caso do SH, se não me engano, o diretor e produtores são fãs da série e buscaram fazer um filme que agradasse mais ao fãs, pois se trata de um filme inspirado no jogo oras!

      Ter zumbis e alguns cosplays não são necessariamente características da série. Se for assim é só tacar o Leon no The Walking Dead e viraria Resident Evil...aliás, acho que ficaria até mais fiel huahau

      Bom, pensava que terceira pessoa era o tipo de câmera em que vemos o personagem. Não importa de que ângulo, apenas é aquele jogo em que vemos o personagem que estamos controlando, enquanto que na primeira pessoa vemos "através do personagem". Mas não sabia disso que vc disse, legal. De qlq modo, no RE4 tbm dá pra levar altos sustos e sentir medo...principalmente com um bicho lá que fazia barulhos estranhos. Era escutar o barulho, virar pra trás e o bicho já estava praticamente na sua orelha...horrível.

      Não tinha visto isso. Mas ainda sim no primeiro filme já temos ceninhas de lutinha e toda essa coisa moderninha de filmes pós Matrix. O jogo pode ter incorporado essa modernidade tbm, não acho super ruim disso (ok, acho um pouco, mas nem sempre os jogos foram assim). Porém os 3 primeiros filmes do RE deveriam se parecer mais com o estilo dos 3 primeiros jogos e não com os que estão saindo agora. Aí, depois, começarem a seguir a mesma linha. (a cena de luta do jogo é bem melhor...fora que esse Wesker do filme ficou mto fraco...)

      Outra coisa que não sabia. Lembro vagamente do Wesker tendo poderes. Deveriam ter deixado os poderes para os personagens que tem poderes nos jogos. Colocar vários poderes só na personagem central (Alice), ficou aquele desespero de vários filmes: precisamos ter um personagem forte, bonito e poderoso. Tem que se O cara (ou A mulher, no caso) que todos queriam ser. Bem de qualquer maneira, ok. Nos games tbm tem essa coisa de super poderes, então vou concordar um pouco.

      Excluir
    7. O primeiro RE tinha uma história bem desenvolvida, com a amnésia da Alice os flashbacks que iam reconstruído a história. Acredito que Silent Hill agradou menos por ter uma história muito baseada no sobrenatural. Sob o respaldo científico, RE tem uma verossimilhança maior e mais gente se identificou.

      Eu acho a Rodriguez bonita. É uma beleza mais... rústica. O que pesa na aparência dela é a imagem cristalizada que ela criou através de tantos filmes fazendo a Mulher-Macho.

      Eu também acredito que poderiam ter trago mais coisas do game para os filmes. Imaginava uma trilogia em que no primeiro seria baseado no primeiro jogo e os outros dois, baseados nos RE 2 e 3 em que o filme mostraria simultaneamente os acontecimentos com Leon, Jill, Claire e outros dois grupos de sobreviventes (o pessoal dos RE Outbreak)tentando escapar de Racoon City.

      O primeiro filme tinha esses momentos parados de suspense. Tem um que me marcou bastante que foi um quando eles vão entrar no trem para irem até a colmeia e ai a Rain entra de baixo do trem para conectar uns negócios e mostra uma espécie de duto de ar com a grade "rasgada" e cria aquela expectativa "será que vai sair alguma coisa dali?". O paradão do jogo tem relação com o poder dos consoles da época também, como você já mencionou... os remakes e flashbacks, que foram feitos para consoles mais modernos, mostram bem mais movimentos e ação.

      Da wikipédia: "Tiro em terceira pessoa (também conhecido como Third-person shooter ou TPS) é um gênero de jogos eletrônicos, normalmente apresentado com gráficos em 3D, onde o jogador vê o seu personagem em uma perspectiva em terceira pessoa, geralmente com uma câmera nas costas do personagem, como em Resident Evil 5." Os RE clássicos são são terceira pessoa propriamente dito, uma vez que estão mais focados no cenário e não no personagem em si.

      Não acho que os três primeiros filmes deveriam ter sido iguais aos três primeiros jogos. Eles fizeram os dois primeiros filmes iguais aos jogos - uma vez que o jogo 2 e 3 iriam parecer enrolação se levados ao cinema a risca. Ia ser mais do mesmo (lembrando que o jogo 3 até reaproveitou muita coisa do jogo 2).

      Gostei da ideia de darem poderes para a Alice, foi uma maneira de deixar ela a altura dos vilões... faz mais sentido pra mim ser assim do que os vilões serem super-poderosos e ainda serem sempre derrotados pelos zé-ninguém com beretas.

      Excluir

Para uma boa convivência os comentários são moderados a fim de evitar ofensas ou palavras feias.